pdf

Em O ideograma como montagem, Leo Thim elabora uma interessante e criativa leitura das influências da cultura japonesa no pensamento cinematográfico de Sergei Eisenstein. A investigação passa sobretudo pelos princípios da escrita ideogramática, além da dança e do teatro kabuki, com o objetivo de compor um quadro linguístico, estético e social em torno do conceito de montagem. Ao mesmo tempo em que desenvolve sua análise, o autor experimenta a todo momento a sua própria escrita, incorporando ao texto ensaístico elementos gráficos, narrativos e dramáticos.

ISBN 978-65-00-32068-8
2021 1a Edição